domingo, 12 de outubro de 2008

OUTUBRO ROSA

Apesar do atraso, resolvi participar desta blogagem coletiva (a convite da Luma) pelo senso de prontidão de todas nós, já que a Campanha Outubro Rosa se estenderá por todo mês.

O câncer parece ser a "doença" da vez. Os números são cada vez maiores, infelizmente. Só em 2005, das 58 milhões de mortes no mundo, o câncer foi responsável por 13% do total. No entanto, pesquisas estão sendo desenvolvidas (como vacinas) para combater alguns tipos de câncer.

O câncer de mama é o mais comum em mulheres entre 30 e 50 anos. Depois dessa idade a incidência evolui de forma lenta. São esperados 49.400 novos casos no Brasil em 2008; no mundo, 61% atingem a média de sobrevida de 5 anos, uma taxa de mortalidade baixa. Como na maioria dos casos, o estágio clínico determina as possibilidades de cura.

Às vezes me pergunto: por que tantas mulheres (muitas delas são jovens) têm sido acometidas por este mal? Mulheres sem histórico da doença em parentes próximos, mulheres não fumantes e que aparentemente cuidam do corpo e da mente...
Recente descoberta concluiu-se que o estilo de vida pode ajudar, e muito, não só na prevenção, como também na reversão da doença. Hábitos saudáveis podem anular a atividade dos chamados oncogenes (genes que causam o câncer) e ativar cerca de outros 500 genes que estimulam o sistema imunológico. Portanto, levar em conta os cuidados com a alimentação, fazer exercícios físicos e controlar o stress, são algumas atitudes que podem ajudar a afastar a doença.
Para quem se interessar, leia no site http://www.mulherconsciente.com.br/ sobre mitos e verdades do câncer de mama.

Trechos do texto retirados da Revista da Semana, Edição 55, de 25/09/08.

Um comentário:

Roseane, disse...

Eu não consegui, uma pena, mas que bom que vocÊ participou. Bjks